[Resenha] Dois Irmãos, Uma Guerra | Ben Elton

14:18

Título: Dois Irmãos, Uma Guerra 
Autor: Ben Elton 
Gênero: Ficção Histórica 
Editora: Jangada *Cortesia 
Páginas: 496 

Sinopse: 
"Dois Irmãos, Uma Guerra é a história comovente de dois garotos nascidos em Berlim, em 1920 - um judeu e seu irmão adotivo ariano -, criados como gêmeos por pais judeu-alemães, à sombra do Nazismo. Mas, com a mudança do cenário político, eles acabam em lados opostos durante a Segunda Guerra Mundial - um fazendo parte da Waffen-SS e o outro, do exército britânico - e têm que se confrontar com uma escolha inimaginável, que mudará completamente o destino de ambos. Qual deles sobreviverá? Como irão enfrentar a terrível verdade oculta em seu passado?"

Logo assim que fiquei sabendo que havia sido aprovada para a parceria com o Grupo Editorial Pensamento, não perdi a oportunidade de pedir este livro. Eu já o desejava a algum tempo e fiquei muito feliz pela oportunidade de lê-lo. Na primeira vez que vi sua capa e li a sinopse, não pude deixar de imaginar quantas emoções essa história escondia por trás dessas páginas.
Eu sempre gostei de histórias que apresentassem seu cenário na segunda guerra mundial, embora tenha muito tempo que eu não leia uma, me apaixonei por ela até mais do que todas as outras que já li. O livro é marcante, e apresenta personagens marcantes.


Não me arrependi um segundo sequer da leitura. Não me senti forçada a passar as páginas, a leitura simplesmente fluiu. Não consegui ler ele tão rápido pela falta de tempo. Mudança, faculdade. Mas o tempo em que estive com ele, consegui devorar suas páginas com rapidez.
O autor se baseou em fatos reais vividos por seus familiares e criou com brilhantismo uma ficção. A escrita, apesar de muito culta, é de facílima compreensão. E a maneira como ele explica cada acontecimento ocorrido durante a guerra é bem didática. Fiquei apaixonada pela capa, tem tudo a ver com a história e é belíssima.
Narrado em terceira pessoa, Dois Irmãos, Uma Guerra, conta a história de dois meninos criados como irmãos gêmeos, Paulus e Otto. Logo após a perda de um dos gêmeos que esperava, Frieda e Wolfgang Stengel, decidem adotar o bebê que havia ficado órfão no mesmo dia do triste incidente. Acreditavam que a criança pudesse substituir o bebê que havia nascido morto. Eles sabiam que havia uma diferença entre eles, mas acreditaram que aquilo não interferiria na relação dos dois. Paulus, filho biológico do casal, era judeu, assim como seus pais. E Otto era ariano, filho de comunistas. Seu pai morreu durante uma batalha, e sua mãe, durante o parto.
"Havia uma diferença entre os dois garotos. Uma diferença que passou quase em branco no momento. Uma diferença que era totalmente irrelevante para Frieda e Wolfgang. Mas uma diferença que no decorrer do tempo iria se tornar uma questão de vida e morte. Uma criança era judia; a outra não."
Frieda era uma pessoa muito boa. Quando os meninos ainda eram bebês, ela ajudou uma jovem mãe solteira a empregando em sua casa, o que fez com que desde de pequenos os meninos ficassem amigos de Silke, a filha da empregada. Wolfgang era músico e dava aula para ajudar nas despesas familiares. Foi dando aula que os meninos conhecem a aluna de seu pai, Dagmar, e acabam partilhando um amor enorme por ela. A amizade dos quatro apesar de comum, foi marcante na história.
Paulus e Otto não possuíam personalidades muito parecidas, mesmo assim eram muito unidos. Seus pais decidiram esconder a verdade sobre a adoção de Otto, mas infelizmente a mudança no cenário político acabou trazendo à tona a verdade e os afastando, fazendo com que os dois acabassem lutando em lados opostos.


O livro passa mensagens muito bonitas em suas entrelinhas e algumas informações a respeito da guerra que eu até então desconhecia. Uma história repleta de momentos emocionantes e surpreendentes.
Recomendo a leitura para quem procura uma excelente aventura e para quem procura em livros de ficção com muitos aprendizados históricos.

Espero que tenham gostado. Sei que ando meio sumidinha, mas estou dando um jeitinho de me organizar melhor para voltar a atualizar o blog frequentemente. 
Beijinhos :*

Você pode gostar também

6 comentários

  1. Oi Mari, amei sua resenha e fiquei mega curiosa em relação ao livro, ele aparenta ser bem o meu gênero, vou dar uma pesquisada e procurar saber se ele tem na livraria perto da minha casa, pois se não tiver vou comprar online mesmo.

    http://luxuosoestilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana!
      Fico muito feliz que tenha gostado! Assim que ler, corre aqui para me contar o que achou.
      Beijinhos :*

      Excluir
  2. Gente eu não conhecia esse livro, mas a história parece ser incrível. Essa imagem da capa traseira do livro é linda, fiquei muito curiosa pra ler, faz tempo que não leio nada relacionado à segunda guerra também, acho que o último que li foi O Menino do Pijama Listrado. Vou pesquisar sobre esse livro. Abraços!
    www.racunhocomcafe.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também fiquei apaixonada pela imagem de trás, Lara *-*
      O livro é ótimo! Se gosta desse tema, tenho certeza que irá lhe agradar.
      Beijinhos :*

      Excluir
  3. Ola, vivo em portugal e gostava de ter esse livro, mas penso que nao ha ainda por ca, como faço?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Lucia!
      Então. Também não sei se há por aí. O que lhe sugiro é que acesse o site da Editora Jangada e tente comprá-lo por lá.

      Excluir

Quero ler

Estou lendo