[Meta] Livros que pretendo ler até o final de 2015

22:55

Oi, gente! Tudo bem?

Quem é leitor compulsivo sabe o que a gente passa quando tem aquelas promoções super loucas em livrarias virtuais e temos a oportunidade de adquirir nossos tão amados livros por preços bem bacanas, não é mesmo?!
A gente vai comprando, comprando, comprando...  mas infelizmente alguns livros acabam ficando esquecidos lá no cantinho da estante sem serem lidos durante anos.
E comigo não é diferente não. Muitos dos meus livros ficam de lado sem serem lidos por bastante tempo, e por isso, selecionei alguns livros que estão na minha estante criando teias de aranha, e decidi que eu quero lê-los antes que esse ano acabe, e claro, vim dividir essa ideia com vocês.


No final do ano (ou no início do próximo), posto uma atualização desta meta para mostrar para vocês o que eu consegui ler, ou se consegui cumprir essa meta por inteiro. Eu acredito que eu vá conseguir, já que não escolhi muitos livros.
E claro, pretendo ir postando a resenha de todos eles aqui conforme eu for concluindo cada leitura, como faço de costume. Então fiquem ligadinhos!
Sem mais enrolação, agora saibam um pouquinho sobre cada livro que escolhi ler durante essa meta até o fim do ano:

Tão Mais Bonita: Haeden é uma pequena cidade no norte do estado de Nova York que tem como principal empregadora uma fábrica de laticínios. Seus habitantes são pessoas que fincaram raízes por lá e nunca mais foram embora – pessoas que não gostam muito de forasteiros. É o caso da família Piper, que fugiu da confusão da cidade grande com sua precoce e encantadora filha, Alice, procurando um novo começo, e de Wendy White, uma mulher doce e caseira, que desapareceu misteriosamente. Recém-chegada a Haeden, a repórter Stacy Flynn decide reconstituir a vida de Wendy, que fora assassinada, organizando todos os fragmentos que encontra na tentativa de solucionar o caso. Ela escreve um apaixonado artigo para o jornal local, que desperta em Alice o desejo de também investigar o crime. Enquanto Alice e Flynn, separadamente, observam as pessoas ao redor em busca do assassino, o destino de Alice é entrelaçado para sempre ao de Wendy, quando um segundo crime abala as estruturas da cidade.

No Escuro: Catherine está no controle de sua vida. Bem-sucedida, sai toda noite para beber e dançar com as amigas, até que, numa festa, conhece Lee, um homem sedutor e atencioso. Sua vida está perfeita e todas as mulheres gostariam de estar em seu lugar. Ou quase todas. Quieta e reservada, Cathy luta contra o transtorno obsessivo-compulsivo que torna penosa as tarefas mais simples, como trancar a porta do apartamento. Vulnerável e aterrorizada, ela nem de longe lembra Catherine, a pessoa que costumava ser antes de Lee deixá-la assustadoramente traumatizada. O que aconteceu para que Catherine mudasse tanto? Que memórias a obrigam a seguir um ritual tão rígido para que se sinta segura? E o que Cathy faria se descobrisse que Lee está não só em sua mente, mas em sua casa e em sua vida outra vez?

A Mansão Hollow: Um inofensivo convite para almoçar na Mansão Hollow logo se transforma em mais um caso a ser desvendado por Hercule Poirot. A cena do crime parece um tanto artificial - o corpo de um homem agonizando na beira da piscina, sua mulher logo ao lado segurando um revólver, e ainda três testemunhas. Seria na verdade uma encenação, uma brincadeira de mau gosto para provocar o detetive? Infelizmente, para a vítima, não. Indo contra todas as evidências, Poirot não demora a descobrir que a arma que aquela mulher tinha nas mãos não era a mesma que matou seu marido. O que aconteceu, então?

Legend: O que antes for a o Oeste dos Estados Unidos é agora o lar da República, uma nação perpetuamente em guerra com seus vizinhos. Nascida em uma família de elite em um dos distritos mais ricos da República, a adolescente de quinze anos June, é um prodígio prometida ao sucesso no mais alto círculo militar do país. Nascido nas favelas, o adolescente Day é o criminoso mais desejado do país. Mas sua motivação pode não ser tão maliciosa quanto parece. De mundos muito diferentes, June e Day jamais cruzariam o caminho do outro, até o dia em que o irmão de June, Metias, é assassinado e Day se torna o principal suspeito. Presos em um jogo de gato e rato, Day está correndo para salvar a vida de sua família, enquanto June deseja vingar a morte de Matias. Mas em uma chocante reviravolta, os dois descobrem a verdade sobre o que realmente os uniu, e até onde seu país está disposto a ir para guardar seus segredos.

Ele Está de Volta: Berlim, 2011. Adolf Hitler acorda num terreno baldio. Vivo. As coisas mudaram: não há mais Eva Braun, nem partido nazista, nem guerra. Hitler mal pode identificar sua amada pátria, infestada de imigrantes e governada por uma mulher. As pessoas, claro, o reconhecem — como um imitador talentoso que se recusa a sair do personagem. Até que o impensável acontece: o discurso de Hitler torna-se um viral, um campeão de audiência no YouTube, ele ganha o próprio programa de televisão e todos querem ouvi-lo. Tudo isso enquanto tenta convencer as pessoas de que sim, ele é realmente quem diz ser, e, sim, ele quer mesmo dizer o que está dizendo. Ele está de volta é uma sátira mordaz sobre a sociedade contemporânea governada pela mídia. Uma história bizarramente inteligente, bizarramente engraçada e bizarramente plausível contada pela perspectiva de um personagem repulsivo, carismático e até mesmo ridículo, mas indiscutivelmente marcante.

Quem é você, Alasca?: Miles Halter leva uma vida sem graça e sem muitas emoções na Flórida. O garoto tem um gosto peculiar: memorizar as últimas palavras de grandes personalidades da história, e uma dessas personalidades, François Rabelais, um escritor do século XV, disse no leito de morte que ia em busca de um Grande Talvez. Para não ter que esperar o próprio fim para encontrar seu Grande Talvez, Miles decide fazer as malas e partir. Ele vai para um internato no ensolarado Alabama, onde conhece Alasca Young. Ela tem em seu livro preferido, O general em seu labirinto, de Gabriel García Márquez, a pergunta para a qual busca incessantemente uma resposta: Como vou sair desse labirinto? Miles se apaixona por Alasca, mesmo sem entendê-la, e o impacto da garota em sua vida é indelével.

EndGame: Terra. Agora. Hoje. Amanhã. O Endgame é real e vai começar. O futuro ainda não está escrito. O que tiver que ser será. Doze jogadores. Jovens, mas pertencentes a linhagens ancestrais. Das quais descende toda a humanidade. Linhagens escolhidas milênios atrás. E que vêm se preparando desde então. Eles não têm poderes sobrenaturais. Não podem voar, não transforma chumbo em ouro nem curam a si mesmos. Quando a morte chega, eles morrem. Eles e todos nós. São os herdeiros da Terra, e cabe a eles resolver o Grande Mistério da Salvação. Um deles precisará conseguir fazer isso, ou todos estaremos perdidos. Leia o livro. Encontre as pistas. Decifre o enigma. Só um pode ganhar. O Endgame é real e vai começar. 

Eu nunca me desafiei dessa maneira, mas gosto disso pois de certa forma me forço a trazer mais resenhas interessantes para o blog. Tudo bem que esse desafio é bem leve, mas se tudo der certo, pretendo ir apertando as coisas com o passar do tempo, muahaha.
Lembrando que não vou ler apenas esses livros até o fim do ano, esses serão apenas algumas leituras adicionais obrigatórias dessa meta que tentarei encaixar entre os livros que recebo para resenha.
Será que vou conseguir?! Não sei, mas prometo tentar e contar tudinho aqui no blog.
Espero que tenham gostado, gente! Se já leram algum desses livros, não se esqueçam de me contar o que acharam. Estou muito curiosa para saber o que tem por trás das páginas de cada um deles!
Beijinhos

Você pode gostar também

4 comentários

  1. Eu tbm precisei me organizar dessa forma pois, além de estar acumulando muitos livros não lidos, e não gosto disso, acabo me atrapalhando com coisas que TENHO que ler, deixando outras que QUERO ler...

    http://aquelaepifania.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. EXATAMENTE, Liza! Estou passando por este mesmo dilema. Por isso fiz essa "mini meta".

      Excluir
  2. ótima meta, eu sempre me dou metas, mas eu mesmo furo.....mas temos que ter sempre elas em mente se não a gente pira e boas leituras
    bjs

    ResponderExcluir

Quero ler

Estou lendo