[Resenha] O Código da Superação | José Luiz Tejon

15:28



Título: O Código da Superação 
Autor: José Luiz Tejon 
Gênero: Autoajuda e inspiração 
Editora: Gente *Cortesia
Páginas: 152 
Sinopse: 
"Não existe quem não tenha algo a ser superado, seja uma grande dificuldade ou uma limitação própria. E não existe superação fácil. Entretanto, não basta superar, pois depois da euforia da vitória vem um vazio, uma sensação de que tudo acabou. É preciso dar um passo além para que sua vida tenha sempre significado. Todas as pessoas possuem um código, uma chave, que ajuda a dar esse passo. É ele que despertar a força interna que nos faz levantar novamente. Ir além é encontrar nossa verdadeira missão de vida, que nos dá razão para viver não apenas uma luta, mas todas. Neste livro, o autor nos leva em uma fascinante jornada para encontrar o código da superação. Em uma viagem real, ele vai até as ruínas de Tel Megiddo, em Israel, o lugar do apocalipse bíblico. E é no fim do mundo que ele nos mostra como descobrir essa poderosa chave, que nos faz perceber que é possível transformar infortúnios, desamparos, dores, opressão e morte em possibilidades de alegria e celebração, pois a vida é um projeto de alegria e felicidade." 

Esse não é o primeiro livro desse gênero que leio, mas traz mensagens tão importantes e bonitas para a vida quanto os outros. É o tipo de livro que é bom ter sempre por perto, para que, em momentos difíceis (ou não só nesses momentos), possamos ler uma frase ou outra para nos reanimar.
No começo, a leitura fluiu com muita rapidez, mas nos últimos capítulos achei um pouco cansativo, pois mesmo que o livro seja pequeno, os dois últimos capítulos são um pouco longos e recheados de informações bem distintas.
Achei a ilustração do livro linda! Não apenas a capa, mas as ilustrações que dão início a cada novo capítulo também é maravilhosa.
A diagramação é perfeita. Capricharam bastante. E não encontrei nenhum erro na escrita do autor. Sendo assim, acredito que também não houve nenhum erro da correção.
O autor tem a escrita muito inspiradora e emocionante, e passa para seus leitores em cada frase o quanto ele é sábio e tem consciência e certeza do que diz.
"Quando nós próprios nos abandonamos, descuidando-nos de nos transformar todos os dias em alguém melhor, nosso destino é ficar como as pedras. Petrificados, podemos ver, sentir, ouvir, porém jamais nos manifestar."


O livro é narrado em primeira pessoa pelo próprio autor, José Luiz Tejon Megido. Ele é baseado em uma história real e fala da busca de José pelo seu próprio código de superação.
Para encontrar esse código, José decidiu viajar até o fim do mundo, Tel Megiddo em Israel, o local do apocalipse bíblico. Ele menciona que escolheu esse local pela coincidência de ter esse nome em seu sobrenome, Megido.
No decorrer do livro ele conta vários intervalos de sua vida e histórias de pessoas que ele conheceu, mostrando ao leitor como muitas pessoas encontraram seus códigos de superação. E em Tel Megido, José acaba encontrando o seu e fazendo, como dizia ele, seu voo dos invencíveis.
"Não é possível alçar o voo dos invencíveis sozinho. É na amizade que estão os alicerces que permitem construir uma pista de decolagem para que possamos ir mais alto e além."
"Viver exige que estejamos preparados e prontos para saltar ao mar, à vida, antes de sermos arrancados e espancados pela força das ondas, pela transitoriedade."
"Quando nos falta a verdade no amor, estamos nus de dignidade."

A história de vida e superação do autor é muito bonita. Em vários momentos me emocionei e chorei com a leitura pensando em coisas semelhantes que já ocorreram em minha vida.
O livro envolve vários temas. O autor fala sobre amor, amizade, morte... tudo o que precisamos passar no decorrer de nossa vida.
O desfecho foi surpreendente. Para ser sincera, eu não sei como eu imaginava que o livro acabaria e acabei gostando bastante. Mas quando terminei, fiquei com um nó na garganta, porque senti que ele terminou no vácuo. Eu tinha algumas especulações sobre o que poderia vir a acontecer depois (porque pesquei umas coisas que ele disse no decorrer da história), mas o que eu imaginei não foi mencionado no livro, então não sei se de fato aconteceu.
Eu esperava um livro bem diferente, que falasse mais da viagem que ele fez (como diz na sinopse), mas isso não aconteceu. Claro que ele conta sobre sua viagem, como é o local, mas em pequenas passagens. Mas não me decepcionei. Me fez refletir sobre muita coisa. Gostei bastante!
Enfim, apesar de tudo, recomendo muito a leitura para qualquer idade. Principalmente para os jovens, pois encontrei no livro algumas mensagens bacanas de incentivo ao estudo, entre outros. E recomendo também para pessoas que precisam de mensagens positivas e importantes para o dia a dia.


Espero que tenham gostado.
Beijinhos

Você pode gostar também

0 comentários

Quero ler

Estou lendo