[Resenha] O Duque e Eu #1 | Julia Quinn

14:43

Título: O Duque e Eu - Livro 1 - Série Os Bridgertons
Autor: Julia Quinn
Gênero: Romance de época
Editora: Arqueiro *Cortesia
Páginas: 288
Sinopse:
"Simon Basset, o irresistível duque de Hastings, acaba de retornar a Londres depois de seis anos viajando pelo mundo. Rico, bonito e solteiro, ele é um prato cheio para as mães da alta sociedade, que só pensam em arrumar um bom partido para suas filhas. Simon, porém, tem o firme propósito de nunca se casar. Assim, para se livrar das garras dessas mulheres, precisa de um plano infalível. É quando entra em cena Daphne Bridgerton, a irmã mais nova de seu melhor amigo. Apesar de espirituosa e dona de uma personalidade marcante, todos os homens que se interessam por ela são velhos demais, pouco inteligentes ou destituídos de qualquer tipo de charme. E os que têm potencial para ser bons maridos só a veem como uma boa amiga. A ideia de Simon é fingir que a corteja. Dessa forma, de uma tacada só, ele conseguirá afastar as jovens obcecadas por um marido e atrairá vários pretendentes para Daphne. Afinal, se um duque está interessado nela, a jovem deve ter mais atrativos do que aparenta. Mas, à medida que a farsa dos dois se desenrola, o sorriso malicioso e os olhos cheios de desejo de Simon tornam cada vez mais difícil para Daphne lembrar que tudo não passa de fingimento. Agora ela precisa fazer o impossível para não se apaixonar por esse conquistador inveterado que tem aversão a tudo o que ela mais quer na vida."
Que leitura gostosa, gente! Não sei como pude ter ficado tanto tempo sem conhecer essa história divertida e linda, tendo em vista que tive a oportunidade de adquiri-la em comprinhas anteriores. Mas antes tarde do que nunca, não é mesmo?


Os Bridgertons eram uma tradicional família da nobreza Londrina. Violet, a viscondessa matriarca teve com seu finado marido oito filhos: Anthony, Benedict, Colin, Daphne, Eloise, Francesca, Gregory, Hyacinth. Sim, os nomes foram escolhidos em ordem alfabética de acordo com o nascimento de cada um deles.
Este volume da série conta a história de Daphne e Simon, o conde de Clyvedon.
Como Daphne era a mais velha das filhas e já estava na idade de se casar, sua mãe estava louca atrás de um pretendente, mas nenhum deles agradava a jovem.
Até que surge o galante Simon, um dos melhores amigos de seu irmão mais velho, Anthony, que estava de passagem por Londres. Eles se encontraram pela primeira vez enquanto Simon tentava entrar em um baile e acabou vendo Daphne sendo encurralada por um dos pretendentes que ela já havia dispensado, mas que afirmava estar apaixonado por ela.
A partir daí os dois se aproximaram muito e juntos bolaram um esquema para que ela conseguisse se livrar da vergonha de ter que ficar com sua mãe caçando pretendentes em todo baile que ia, e Simon, se livrasse das mães loucas para casarem suas filhas. Eles fingiriam ser um casal. 
Só que essa farsa não estava funcionando muito bem pois ambos começaram a nutrir sentimentos além da amizade que tinham um pelo outro. Daphne estava começando a se apaixonar e Simon sentia por ela algo que jamais havia sentido por outra mulher. 
Mas entre eles havia um impedimento. Simon prometera a si mesmo que jamais se casaria. Ele teve um passado banhado de tristeza e rejeição. Seu pai, o conde de Hastings, sempre quis ter um herdeiro que honrasse o nome da família Basset, mas os filhos que sua esposa gerava acabavam nascendo mortos. 
Após longos 10 anos tentando ter uma filho saudável, a condessa conseguiu dar a luz a Simon e acabou falecendo em seguida.
Até completar 4 anos de idade, Simon não havia dito uma palavra sequer, o que deixava o conde muito bravo, e quando abriu a boca para falar pela primeira vez foi notável que ele tinha gagueira. 
O conde se recusava a ter um filho que fosse daquela maneira, "idiota" foi a palavra usada por ele. Sendo assim, decidiu ir embora, deixando o menino com os criados em Clyvedon e foi para Londres afirmando a todos que seu filho havia morrido.
Simon cresceu determinado a provar para seu pai que ele podia falar direito e estaria a altura de merecer seu respeito. Com o tempo, Simon desenvolveu auto-controle e conseguiu se tornar um homem muito inteligente e desejado, mas repleto de ódio por seu pai.
Sabendo que Simon não queria se casar jamais, Daphne repetia a si mesma que não poderia se apaixonar para não acabar se magoando.
"Anthony, que estava encostado numa parede, viu a expressão do amigo e sorriu, erguendo uma taça de vinho tinto para ele. Então fez um gesto discreto com a cabeça em direção à esquerda de Simon, que se virou bem a tempo de ser detido por mais uma mãe, essa com três filhas, todas usando vestidos monstruosamente espalhafatosos, repletos de pregas e babados e, claro, montantes de renda."
"Ele nunca se casaria, nunca teria filhos, e isso era tudo o que ela queria da vida."
"Mas, apesar de os rapazes agora fazerem fila para tirá-la para dançar assim que ela chegava a qualquer baile e lutarem pelo privilégio de lhe oferecer um copo de limonada (Daphne quase gargalhou na primeira vez em que isso aconteceu), ela descobriu que nenhuma noite era memorável de fato a menos que Simon estivesse a seu lado."
Fiquei apaixonada pela história e tenho certeza que os fãs de um bom romance também irão gostar. A autora tem uma escrita leve e bem divertida.
Os personagens foram super bem elaborados fazendo com que eu, como leitora, amasse cada um deles. 
Espero dar continuidade a série logo, já que a Editora Arqueiro, parceira aqui do blog, está lançando este mês o sétimo e penúltimo livro da série. Sim, a pessoa aqui ainda tem uma longa jornada de leitura pela frente.
Ah! Mais uma coisa. A Editora Arqueiro de um tempo para cá modificou o site e está lindo! Junto com essa modificação eles adicionaram os marcadores dos livros para download. Ficou super fácil ter os marcadores das séries que mais amamos. Eu indico que para ter uma qualidade melhor dos marcadores, você leve em uma gráfica para imprimir. Sai bem baratinho e fica excelente. Estou para imprimir alguns e mostro como fica em breve.
CLIQUE AQUI para fazer o download do marcador do livro O Duque e Eu.


Se gostaram da resenha não se esqueçam de compartilhar com os amigos, comentar, etc. A opinião de vocês é um muito importante para mim.
Até a próxima!
Beijinhos

Você pode gostar também

1 comentários

  1. Super suspeita para falar, pois amoooooooooooooo a Julia Quinn
    bjs

    ResponderExcluir

Quero ler

Estou lendo